Tutorial do Dia – Como colocar seus arquivos em uma partição diferente


Uma maneira muito eficaz para salvar seus arquivos na hora de uma formatação.

Quando o sistema operacional apresenta problemas sérios, daqueles que a única solução é formatar o computador, qual a primeira coisa que você pensa? Aposto como é: “Ah não, meus arquivos!”. Pois é, infelizmente nem todos estamos preparados para situações em que não há como salvar documentos, imagens e outros arquivos do HD no caso de problemas.

Mesmo fazendo backup toda semana, pode acontecer algum problema justamente naquele dia em que aquele arquivo importantíssimo da sua empresa ainda não foi gravado em nenhum backup. Aí o prejuízo é muito maior do que simplesmente perder músicas e imagens (que também são muito importantes).

Quando você possui uma partição dedicada exclusivamente ao armazenamento de seus arquivos é muito mais simples fazer backups, trocar de computador e trocar de sistema operacional. Até mesmo a pasta de aplicativos pode ser migrada para uma partição diferente.

O processo

Paciência... muita paciência!

A tarefa de migrar as pastas para a nova partição não é tão trabalhosa, mas exige muita paciência, principalmente se você tiver muitos arquivos para copiar. A parte complicada fica em fazer o sistema operacional “aprender” o novo caminho para suas pastas. Bom, antes de começar a “migração” você precisa criar uma nova partição.

Como as etapas para o mapeamento de novos caminhos diferem de um sistema para outro, resolvi pegar para exemplo o Windows XP, primeiro porque é o sistema que utilizo e segundo porque é mais prático.

Como particionar/redimensionar o HD

Acessando os artigos “Como criar partições no HD” e “Redimensionar partições do HD” você aprende direitinho como criar ou redimensionar uma partição no disco. Para este artigo, no entanto, eu utilizei um particionador chamado EASEUS Partition Manager Home Edition, por ser muito didático, eficaz e, o melhor de tudo, gratuito.

EASEUS Partition Manager

TUDO PRONTO, AGORA…

Depois que a partição tiver sido criada e tudo estiver pronto, é hora da ação. Para facilitar as explicações, eu criei uma partição E: com o nome Arquivos. Então você já sabe:

Partições diferentes

  • C: é a partição na qual está instalado o sistema operacional.
  • E: é aquela que conterá todos os arquivos.

Ainda para ajudar nas explicações, sempre que você encontrar a palavra LOGON, substitua pelo seu nome de usuário no computador. Eu, por exemplo, iria colocar “Elaine” no lugar de LOGON, pois este é o nome de usuário que eu utilizo para acessar o computador.

Como será necessário alterar arquivos de registro é bom você fazer um backup dele, só por segurança. Algumas ferramentas como RegKey Backup, Mz Registry Backup e RDilly são ótimas para auxiliar nessa tarefa.

Primeiro, os mais fáceis

Para mostrar como mapear o novo caminho das pastas, vamos começar pelo básico. Então, quem melhor para isso do que a pasta Meus documentos? Afinal é nela que a maioria dos usuários guardam seus documentos.

Para começar, crie uma pasta chamada “Meus documentos” na partição dos arquivos (E:). Agora, abrindo o menu Iniciar, localize a pasta “Meus documentos”, clique com o botão direito do mouse sobre ela e escolha opção “Propriedades”.

Alterando caminho da pasta Meus documentos

Na janela de propriedades que abrir, localize o campo “Destino” e digite o novo caminho, que, no meu caso seria E:\Meus documentos. Caso prefira, você pode clicar em “Localizar destino…” e navegar até a nova partição e a pasta nela criada. Após clicar em Ok, confirme todas as janelas do Windows que surgirem. Pronto, agora o sistema reconhece o novo caminho.

 Importante: Não delete a pasta “Meus documentos” original da partição C:. Apesar de esperto, o sistema pode começar a dar alguns avisos desnecessários caso a pasta não esteja no local padrão, mesmo que você não a use mais.

Agora, os mais trabalhosos

Como citado anteriormente, é possível também mover a pasta de programas para outra partição. Esta tarefa, no entanto, é um pouco mais trabalhosa, pois exige que você altere alguns arquivos do registro e reinicie o computador.

Alterando o registro

A primeira coisa a ser feita é arrastar a pasta “Arquivos de programas” da partição C: para a E:, criando uma cópia. Para movê-la de verdade, abra o editor de registros do Windows. Para isso, utilize o atalho “tecla Windows + R, digite “regedit na janela que aparecer e pressione “Enter”.

Na coluna à esquerda do editor, navegue nas pastas seguindo o seguinte caminho: HKEY_CURRENT_USER\Software\Microsoft\Windows\CurrentVersion\Explorer\User Shell Folders. Agora, na tela à direita, localize a entrada chamada “AppData” e altere o campo “Dados do valor” para E:\Arquivos de programas.

Feito isso, agora é só reiniciar o computador e deletar a pasta original da partição C:. Pronto, agora os programas serão instalados na pasta localizada no E:. Não é difícil, só um pouco trabalhoso!

 Outras pastas

A maioria das pastas presentes em seu computador seguem o mesmo padrão de configuração feito com os diretórios “Meus documentos” e “Arquivos de programas”.

Para mover os favoritos do Internet Explorer, por exemplo, basta seguir os mesmo passos feitos com a pasta “Arquivos de programas”. Só que agora, você irá arrastar a pasta “Favoritos” (C:\Documents and Settings\LOGON) e editar a entrada do registro nomeada “Favorites”.

Outras, no entanto, possuem configurações muito específicas. As pastas do Outlook, por exemplo. Vamos dar uma colher de chá para os usuários e ensinar como fazer para que o programa de correio Outlook, presente no pacote Office da Microsoft, salve seus dados em outra partição. Vamos lá!

1º) Crie uma pasta chamada “Dados de Aplicativos” no E:.

2º) Localize a pasta Outlook em C:\Documents and Settings\LOGON\Dados de aplicativos\Microsoft e arraste-a para E:\Dados de Aplicativos.

3º) Agora a parte mais chata. Abrindo o Painel de Controle, clique duas vezes na opção “Email”.

4º) Na janela que abrir, clique no botão “Arquivos de dados” e, em seguida, no botão “Configurações” presente na janela seguinte.

Alterando destino do Outlook

5º)  No campo “Nome do arquivo”, digite a nova localização da pasta, que será E:\Dados de Aplicativos\Outlook.

6º) Clique duas vezes no arquivo criado na pasta Outlook presente no E: e pronto!

Observação: Caso você não consiga altera o campo “Nome do arquivo” será preciso criar uma nova entrada. Para isso basta clicar em “Adicionar” e preencher os campos corretamente.
Bom pessoal, as dicas vão ficando por aqui. Espero que tenham gostado. Um abraço e até a próxima!

Fonte: Baixaki

SIGNATURE

Enviar por Email

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s